Se você está lutando contra o vício em jogos de azar online, é importante reconhecer que o autocontrole nem sempre é suficiente para parar de jogar. Por isso, bloquear-se de websites de apostas online pode ser uma forma eficaz de reduzir a tentação e prevenir futuros gastos em jogos de azar.

Abaixo, apresentamos algumas dicas para te ajudar a bloquear-se de sites de apostas e evitar a adicção aos jogos online.

1. Utilize Softwares Especializados

Existem diversos softwares e aplicativos que ajudam a bloquear o acesso a websites de jogos de azar. Um bom exemplo é o Betfilter, que bloqueia o acesso a mais de 12.000 sites de apostas em todo o mundo. Outros programas similares incluem o Gamban e o Gamstop, que oferecem serviços de auto-exclusão, bloqueando a sua conta em todos os sites de jogos de azar registrados.

2. Peça Ajuda a Familiares e Amigos

Caso esteja passando por dificuldades em controlar o vício em jogos de azar, é importante buscar apoio das pessoas ao seu redor. Converse com familiares e amigos próximos, explicando seus problemas e solicitando ajuda para bloquear o acesso a esses sites em todos os dispositivos eletrônicos.

3. Bloqueie a Si Mesmo

Outra opção é bloquear a si mesmo acessando as configurações do próprio navegador, e assim bloquear os websites de jogos de azar. Em alguns navegadores como o Google Chrome, existe a opção “Modo Restrito”, que permite bloquear conteúdos específicos de forma permanente ou até mesmo temporária.

4. Busque Ajuda Profissional

Se ainda assim tiver dificuldades em controlar o vício em jogos de azar online mesmo após a exclusão desses sites, é importante buscar ajuda profissional. Psicólogos e terapeutas especializados em questões de adicção podem te ajudar a lidar melhor com esses problemas, oferecendo orientações e tratamentos adequados.

Conclusão

Em resumo, a adicção aos jogos de azar online pode ser uma questão séria e afetar diversos aspectos da vida de uma pessoa. Por isso, bloquear-se de websites de apostas online pode ser uma forma eficaz de prevenir esses problemas. Além disso, é importante buscar apoio de pessoas próximas e profissionais especializados para lidar melhor com essa questão.